Padd Solutions

Converted by Falcon Hive

Post adaptado de praticamente um monólogo no meio de uma conversa de MSN com a Amiga Desenhista (única pessoa não-digital que me entende).

O amor não existe, é uma coisa idiota inventada pelos poetas de outrora pra venderem poesia. Que foi adotada por pessoas gananciosas como Shakespeare pra vender peças de teatro. Hoje em dia é mantida por idiotas preocupados em vender filmes, musicas, livros e presentes de Dia dos Namorados, lucrar com cerimonias de casamento, luas de mel, e, posteriormente, processos de separação. Só isso.

Mas eu super caí na pegadinha. Era inocente demais.

Agora a meta é me conformar e optar entre viver solteira e rancorosa ou settle for less, aceitar algo conveniente e chamar de amor para ser bem visto pela sociedade. Ou ainda virar uma canalha cuja missão é quebrar os mais diversos corações para espalhar a informação real de que amor não existe.

Resumo: Love sucks and it will only get you hurt. Badly and unrecoverably.


Ps. Depois não diga que eu não avisei.

(12) Comments

  1. Amiga Desenhista On 24 de abril de 2010 14:11

    Aí eu disse: a sociedade deveria ser a base de sexo, sem amor!

     
    J.e.L On 26 de abril de 2010 20:34

    Hum.

    Já falei pra Pri e falo pra vc agora: esses posts renderiam conversas infinitas em uma mesa de bar.
    Acho que beberíamos o estoque inteiro. Vamos pensar sobre isso! hehe

    bjss
    Ju

     
    Mallika On 27 de abril de 2010 22:10

    Bate aqui, amiga. Love sux. Mallika sux. Os Mallika love? Huahuahua. Bora beber e afogar a poha das mágoas... Bj

     
    Alice On 28 de abril de 2010 16:51

    Acho que alguém chegou na fase de raiva do luto... Mas passa, e daqui a pouco você acha outra mocinha que te fará rever os conceitos de amor.
    :)

     
    Anônimo On 29 de abril de 2010 11:25

    eu concordo com vc... amor não existe, amor é um sentimento idiota!!!!! bjos ME

     
    Turma do Colorê On 29 de abril de 2010 14:54

    Tá, confesso. Tô loca pra saber que foi esse anônimo.

     
    (6) capreta On 2 de maio de 2010 16:06

    Ainda acredito no amor! rs
    Beijos! ;*

     
    Anônimo On 7 de maio de 2010 10:48

    confesso que eu leio seu blog a uns 8 meses, minha ex me apresentou , e acabei gostando, =) adoro ler seus posts.... bjinhos Me

     
    Vivi On 9 de maio de 2010 16:16

    Tento, muitas vezes, pensar que não!!!... Mas em muitas outras, acho mesmo que o Cazuza é que tem razão: "O amor é o ridiculo da vida,a gente procura nele uma pureza impossivel...que está sempre se pondo,indo embora".

     
    Anônimo On 27 de maio de 2010 11:00

    O problema todo não está no amor em si e sim no que você espera do amor. As pessoas acham que é algo que vai fazer você voar, é a cura de todos os problemas, mas não é. O amor, como todo outro sentimento, tem seus altos e baixos e é falho. Claro, compartilhado por 2 seres humanos, não há como não falhar.
    Agora, as pessoas devem entender que o amor não é tudo, e ao contrário de filmes, não se vive só de amor.
    Você deve estar num momento de raiva e acaba esquecendo das coisas boas que viveu, mas não desacredite no amor, apenas deixe de criar expectativas de desenhos animados em cima dele.
    E sobre encontrar UMA pessoa especial, não é verdade. Não existe só UMA pessoa (alma gêmea) para cada um de nós, se não, imagine se você desse o azar de nascer em outro continente? Ia passar a vida toda sozinha? hehehe..
    A gente conhece pessoas especiais o tempo todo, só não se dá conta disso.
    Como diria uma amiga minha, é tudo uma questão de timming.
    ;)

     
    Jéssica Andrade On 12 de novembro de 2010 15:34

    nossa... bem radical neh!?

    mas acho que to com o ultimo comentário..

    "A gente conhece pessoas especiais o tempo todo, só não se dá conta disso"


    bjs...

     
    João Mares Guia On 7 de maio de 2012 18:25

    Então vem transar comigo agora.